Como detectar a presença do AdBlock Plus no navegador do seu visitante

< img src='https://i.imgur.com/0ut5pVm.jpg' alt='{titulo}' />

O AdBlock Plus é um famoso complemento para os navegadores Firefox e Chrome que promete – e cumpre! – algo bem simples: ele bloqueia os anúncios publicitários inseridos nos vários sites existentes por aí. Do ponto de vista do usuário, ele é bastante útil e, por que não dizer, indispensável, pois além de poupar o usuário de ver propagandas de produtos que ele provavelmente jamais comprará, ele ajuda a reduzir o consumo de dados, visto que bloqueia tais propagandas, tornando, consequentemente, sua navegação mais rápida e protegendo sua privacidade, já que os anúncios, uma vez bloqueados, não poderão rastrear seus hábitos de navegação.

Mas como nem tudo são flores, existe um grupo que está muito descontentes com o crescimento do AdBlock e de outros complementos similares: os mantenedores dos sites. De seu ponto de vista, esse complemento extremamente útil é uma verdadeira praga, pois impede os donos das páginas de obter retorno financeiro de seus visitantes justamente porque os programas de monetização tradicionalmente utilizados deixam de funcionar.

Nesse tutorial vou ensinar uma forma simples de detectar se o seu visitante está usando algum bloqueador de publicidade. Esse tutorial foi baseado no código criado por Erik Swan e vai exibir uma mensagem na sua página dizendo se o complemento está instalado ou não. Posteriormente, você poderá adaptar esse código para que o mesmo realize outras ações de seu interesse.

Cabe ressaltar que não estou discutindo aqui se o AdBlock é bom ou ruim. O tutorial está sendo disponibilizado para fins educacionais e caberá a você – ou ao seu cliente – decidir se ou quando utilizá-lo.

A ideia é simples: vamos carregar em uma página um arquivo JavaScript com um nome que certamente será bloqueado pela extensão. O arquivo em questão vai criar um elemento na página e, posteriormente, vamos verificar a existência desse elemento.

Primeiro, crie uma página HTML qualquer (não precisa ser algo bonito, é apenas para testar).

Agora, crie um arquivo chamado advertisement.js na mesma pasta da página que você criou e, nele, coloque o seguinte codigo:

Explicando, esse é um arquivo JavaScript com um nome altamente bloqueável que cria uma div chamada teste que possui o texto “Eu sou um anúncio” em seu interior. Na verdade, o conteúdo dessa div em si não é importante: você pode deixá-la em branco ou, se preferir, colocar uma regra display: none; em sua folha de estilos para ocultá-la.

Agora que o arquivo está criado, volte à sua página HTML e insira o seguinte código (não precisa ser no cabeçalho):

Com isso, nós chamamos o nosso JavaScript, o qual criará a div teste. Porém, devido ao nome do arquivo, se o AdBlock ou outro similar estiver instalado, o arquivo advertisement.js será bloqueado e, consequentemente, a div teste não será criada. Vamos verificar isso. Em algum lugar do corpo da página, insira o seguinte código:

Com isso, o interpretador de JavaScript tentará obter um elemento chamado teste naquela página. Se ele conseguir, o AdBlock não está instalado; se não conseguir, significa que provavelmente está.

Apenas um aviso: as versões mais recentes do AdBlock não funcionam se você simplesmente abrir o arquivo HTML. Para testar esse código, hospede sua página em um servidor web ou instale um em seu ambiente de desenvolvimento, caso já não o tenha.

É relativamente fácil alterar – e melhorar – esse script para que ele possa fazer outras coisas além de exibir uma mensagem. Apenas tenha em mente a liberdade de escolha do seu visitante e a sua na hora em que for usar.

Fonte: Profissionais TI

Nenhum comentário

Comentários Facebook