Como recuperar dados (arquivos) – Dicas que poderão ajudar!

No artigo Disco danificado dá pra recuperar dados? Testes que você pode fazer antes de tomar uma decisão observamos que muita gente têm perdido dados por não saber manusear as ferramentas corretas ou não têm conhecimento de como fazer isso, por isso resolvemos escrever mais um artigo sobre o assunto.

Se você ligou o seu computador e ele apresentou uma mensagem de erro (a famosa tela azul da “morte”), é bem provável que aconteceu alguma(s) das opções abaixo:

Drivers (programas que instruem o sistema como determinados acessórios funcionam, ex: placa de som) incompatíveis com o sistema instalado – isto pode ocorrer se você usa algum programa que atualiza drivers automaticamente (DriverEasy, por exemplo) – na dúvida, NÃO USE-OS;

Queda brusca de energia durante a execução/utilização do sistema operacional – isto ocorre porque o Windows é muito frágil e na maioria das vezes o sistema fica comprometido, pois o Windows tem o kernel + sistema operacional + ambiente gráfico atrelados, ou seja, num pacote só. Isso não acontece no caso do Linux, onde todo esse conjunto é modular, ou seja, você pode atualizar o kernel e mudar o ambiente gráfico sem prejudicar o sistema operacional (salvo incompatibilidades e/ou conflitos de pacotes/versões).

Capacitor com baixa potência ou danificado (como mostra a imagem) – isso é mais comum do que se imagina… o capacitor é responsável por gerenciar a energia que vai para um determinado componente. Isto ocorre devido à falhas na rede elétrica.

30328_4lo

Obs: Isto tem solução, basta levar à um técnico em eletrônica.

Erro em algum arquivo do sistema devido a atualizações mal sucedidas. Não entre em pânico, o que não tem solução, solucionado está!

A primeira coisa a se fazer é tentar reverter a situação, e o Windows tem ferramentas para isso. Tente uma das alternativas abaixo após analisar a imagem mais comum de erro no sistema da família Windows.

reparar-o-computador

 1 – Tente a primeira opção… (Reparar o seu computador). O próprio sistema tem recursos que podem resolver o problema sem complicações;

2 – Tente a opção “Última configuração válida) – isto resolve casos de alterações em arquivos do sistema;

3 – Tente a opção “Desabilitar imposição de assinatura de drivers” – isto resolve os casos de atualizações de drivers. Minha dica sobre isso é: Não se mexe em time que está ganhando, se você não tem problemas no dispositivo, não o atualize.

4 – Habilite a opção “Desabilitar o reinicio automático durante falha de sistema” e pesquise o código e nome do erro citado;

5 – Reinicie no modo seguro. Caso ele inicie pelo menos no modo seguro, você pode usar um tutorial que eu publiquei em meu blog Como identificar e corrigir erros de GPF (Tela azul da morte) no Windows usando o Linux.

Se nenhuma dessas opções resolveu o problema, faça os testes citados no artigo Disco danificado dá pra recuperar dados? Testes que você pode fazer antes de tomar uma decisão, principalmente o passo “segunda fase via sistema” que explicamos como reparar o sistema (sim, mesmo usando um CD com o Windows XP é possível reparar o Windows 7, pois eles usam o mesmo sistema de arquivos, o NTFS);

Caso crítico: Partição não reconhece

Recorra ao tutoria já publicado e citado acima.

A partição é reconhecida como RAW

Isso também tem jeito… use um tutorial que eu publique em meu blog, Como recuperar dados de partição no formato RAW, usando o Linux que com certeza permitirá pelo menos recuperar seus dados.

Principalmente os técnicos deveriam usar o Linux, pois o mesmo tem muitas ferramentas gratuitas para recuperação de dados.

Outra ferramenta que tem sido um sucesso em minha profissão é o software “Active File Recovery”.

recover-extended-scan

Basta abrir o software, clicar no HD defeituoso, clicar no botão SuperScan e aguardar o processo de leitura dos dados, depois você entra nas pastas recuperadas e copia o que é mais importante.

Observação: O Processo pode demorar HORAS, já tive casos em que foram necessários mais de 3 dias, porém, na maioria das vezes os dados são recuperados íntegros, ou seja, não há perda de dados nem corrupção nos arquivos, portanto é importante que o processo não seja interrompido, de preferência que nem seja utilizado o computador durante esse período… e o disco defeituoso deve ser colocado como secundário, ou seja, nunca tente recuperar dados do disco em uso, pois isso poderá comprometer o sistema.

Alguma dúvida? Deixe-as nos comentários!

Qualquer dúvida você me encontra no Twitter, Facebook ou no meu blog pessoal.

Fonte: Profissionais TI

Nenhum comentário