Tutorial P2V: Converter Máquina Física em Virtual

Seja por falta de orçamento ou por mudança na estrutura, nenhum analista ou técnico precisa iniciar do zero a implantação de um ambiente virtualse uma instalação limpa não for necessária, é claro.

p2v-converter-maquina-fisica-em-virtual

Com o VMware vCenter Converter é possível transformar qualquer máquina física em um ambiente virtualizado, mesmo que esta máquina esteja em uso.

vmware_converter

P2V com o VMware vCenter Converter

Em outras palavras, uma máquina física (Physical) é convertida para virtual, daí a sigla  P2V. E o custo para isso? O custo é ZERO!

Esse procedimento pode ser utilizado por diversos motivos. Já o vi ser realizado para substituição da máquina física para uma virtual de forma definitiva, para criação de ambientes redundantes, para guardar uma imagem para o caso de falhas da máquina real, e outros. Este último caso é muito interessante para quem possui poucos recursos.

E como funciona esse mágico software da VMware?

Após realizar o cadastro e o download do instalador no site da VMware neste link, siga os passos de instalação:

1- Escolha instalação local (Local Installation)

O modo Client só terá utilidade para quem já possui o software instalado como servidor em outro micro da rede.

VMWare_vCenter_Converter_Installation

2- Continue a instalação com as configurações adequadas a seu ambiente

Pronto. Após instalado, vamos à utilização. Siga os seguintes passos:

1- Clique em CONVERT MACHINE

convert

2- Se a máquina a ser convertida for a mesma onde o software está instalado, utilize a opção THIS LOCAL MACHINE

converter_tipo

2.1- Para converter uma máquina remota, selecione “A REMOTE MACHINE”.

2.1.2- Você precisará informar o IP da máquina a ser convertida, além de usuário e senha de uma conta de administrador, podendo ser de domínio.

2.1.3- Na mensagem que irá aparecer, clique em YES (isso fará com que o software que será instalado no SO remoto seja desinstalado ao término)

alert

3- Configure as opções de qual software da VMware utilizará e qual o nome que a máquina virtual terá. Além disso, selecione onde o disco virtual será salvo e para isso indique um caminho de compartilhamento de rede.

destino

Para quem deseja utilizar a VM no ESXi, por exemplo, precisará optar pela opção de infraestrutura.

esxi

4- Para que a imagem não tenha tamanho exorbitante, deixe selecionadas apenas as unidades que realmente fazem referência ao sistema e softwares, não as unidade de backup ou arquivos.

5- Clique em ADVANCED OPTIONS, vá para a aba POST-CONVERSATION e marque a opção “Install VMware Tools”

discos

6- Ao clicar em next, verifique as opções no resumo que aparecerá e então inicie o procedimento de conversão.

A máquina poderá ser utilizada durante o procedimento, mesmo que seja um controlador de domínio ou servidor de acesso remoto. O procedimento não irá interferir em nada no funcionamento do computador, desde que o hardware do mesmo não esteja sendo utilizado ao máximo da sua capacidade.

Agora basta esperar alguns minutos e o seu arquivo estará pronto para ser aberto com o seu software da VMware.

Lembrem-se: Dois computadores não podem ter o mesmo nome na rede! Se for utiliza-los juntos, configure adequadamente o IP, o nome, etc. Também será preciso configurar as opções de Bridge da placa de rede da sua máquina virtual, assunto no qual não irei me prolongar agora.

Caso o projeto seja de virtualização de um servidor de arquivos, por exemplo, será preciso um storage, assim poderá migrar apenas a unidade referente ao sistema e aplicações agilizando muito o processo.

E, mais uma vez, a VMware “salvando nossas vidas”!

Espero que tenham gostado da dica e fiquem à vontade para críticas, sugestões e outros comentários.

Fonte: Profissionais TI

Nenhum comentário

Comentários Facebook